domingo, 11 de setembro de 2011

Como tirar nota boa na redação?



Você quer tirar nota boa nas redações? Seja na escola, no vestibular ou em qualquer outro concurso? É simples: é só ficar atento nos quesitos que os corretores levam em consideração! E para saber se está tudo certo, o próprio escritor é quem tem que se preocupar em fazer a revisão geral de seu texto, antes de passá-lo para o corretor!

Veja os aspectos principais que necessitam de serem revistos:

Quanto à forma:

• A letra legível: a letra ilegível é um obstáculo à leitura. É importante lembrar que “letra feia” não é sinônimo de letra ilegível, uma vez que pode existir letras não muito bem traçadas, mas que, no entanto, são lidas com facilidade.

• Margens e parágrafos: A escrita deve ir até a margem (final da linha), geralmente estabelecida por um traço vertical à direita da folha de caderno. Os parágrafos devem estar iniciados com espaçamento!

Quanto à gramática:

• Acentuação: Observe se acentuou todas as palavras corretamente!

• Pontuação: Revise as vírgulas em seu texto; elas geralmente são necessárias quando há mais de um verbo ou quando se quer explicar algo dito anteriormente. Não prolongue os períodos, pois isso torna o texto confuso, use o ponto final!

• Concordância verbal: Concorde verbo com sujeito; se este estiver no plural o verbo ficará no plural. Quando ficar em dúvidas, volte ao sujeito da oração.

Quanto à estilística:

• Frases: Devem estar claras e precisas: nem curtas demais, provocando a falta de informação, nem longas porque faz com que os parágrafos fiquem confusos!

• Repetição: As palavras não devem ser repetidas, afinal, os sinônimos existem para serem usados. Além disso, termos ou ideias repetidas empobrecem o texto e o torna monótono.

• Coerência e coesão: Se começar defendendo um ponto de vista, persista até o final. Nunca coloque elementos contraditórios em seu texto. Também é importante interligar os argumentos, utilizando elementos de coesão, como: então, porém, mas, contudo, entretanto. Não coloque “concluindo” ou “finalizando” na conclusão, porque são termos óbvios!

Quanto à estrutura:

• Dissertação: este texto exige uma introdução, desenvolvimento e conclusão. A introdução aponta o assunto específico a ser abordado; o desenvolvimento deve apresentar argumentos verídicos, comprovados através de exemplos, além disso, o autor deve ter uma visão crítica e reflexiva dos fatos, de forma a persuadir o leitor; a conclusão retoma o que foi dito de forma bastante resumida (um parágrafo), de modo a reforçar o que foi exposto e também propõe uma solução para o problema analisado.

• Narração: A personagem deve viver um conflito; as ações, pensamentos, sentimentos da personagem devem estar ligados a este problema de algum modo. As características físicas e psicológicas da personagem devem estar selecionadas de acordo com o conflito enfrentado. O final da história deve propor o desfecho do problema enfrentado pela personagem.

Releia seu texto e faça sempre esse roteiro de revisão e então verá que sua nota, de aspecto em aspecto avaliado, estará superior a antes!

Por Sabrina Vilarinho
Graduada em Letras
Equipe Brasil Escola

Fonte: Brasil Escola.

Nenhum comentário: