domingo, 13 de novembro de 2011

Massagista do Bangu cria confusão no Arthur Sendas



No fim do jogo, membro da comissão técnica trocou xingamentos com técnico do Audax 

 Estefano Abreu.

 Neste sábado, o Audax Rio foi derrotado por 3 a 0 pelo Bangu. Mesmo com o clima favorável ao alvirrubro, que avançou às semifinais com o resultado, o clima de confusão foi geral no fim da partida. A polícia teve de entrar para conter os ânimos que começaram a se alterar perigosamente. Tudo começou quando o massagista do Bangu passou pelo banco de reservas e fez um comentário infeliz sobre a alteração de Maurício Barbieri, dizendo que não foi a melhor escolha. Maurício esperou o fim do jogo e foi tirar satisfações com o membro da comissão técnica adversária. Os dois começaram a trocar xingamentos e alguns jogadores começaram a se envolver, mas rapidamente a polícia conteve os ânimos. Em entrevista após o fim da confusão, Maurício disse que foi derespeitado pelo comentário e que o presidente deveria rever a postura de seu funcionários. - Ele fez um comentário infeliz. Eu o parabenizei pela vitória, mas disse que ele deveria saber como se portar. O presidente do Bangu precisa rever o respeito que os funcionários do clube tem dentro de campo. O presidente do Bangu, Jorge Varela, sorriu com a história e disse que seu massagista pode ter sido mal interpretado. De acordo com ele, o Audax jogou bem, mas o Bangu foi mais competente na hora de maracar. - Eu conversei com meu funcionário. Ele foi mal interpretado. Tudo já está resolvido – declarou. Nenhuma das diretorias pretende levar o caso adiante. O Audax Rio entra agora em férias. Os jogadores se reapresentam no meio de dezembro. Já o Bangu joga a semifinal a partir desta quinta-feira, contra o Friburguense, em jogos de ida e volta com transmissão da Rádio FutRio.

Nenhum comentário: