sexta-feira, 15 de novembro de 2013

E se o Rei do Camarote fosse publicitário?


Se você se conecta todos os dias na internet, deve estar sabendo da fama proporcionada pela Veja SP para o empresário Alexander de Almeida ao fazer uma matéria sobre os 10 mandamentos do Rei do Camarote.  [ vídeo abaixo ]


Certamente, você está acompanhando todas as novidades que saem sobre o caso, por isso, a proposta deste post é outra: como seriam os mandamentos de Alexander, caso ele trabalhasse em uma agência de publicidade?

Roupas: All Star, camisa xadrex e óculos grandes e retrô. Desta forma, Alexander seria aceito nas rodinhas das festas da área, já que se tornou quase um uniforme clichê dos publicitários.

Carro: tem que ser potente na medida do possível, até onde o salário consiga pagar. Se ele fosse Atendimento, Alexander não aceitaria prospectar Cliente pegando transporte coletivo, né? Ferrari seria um sonho de consumo que representaria uns 10 anos de economia de horas-extra. Para pagar a primeira parcela.

Camarote: se Alexander virasse Mídia, frequentaria algumas festas badaladas graças aos ingressos que ganharia dos veículos e alguns anunciantes. Caso contrário, seria mais um na multidão sonhando em gastar o infinito em apenas uma noite.

Serviço exclusivo: todo criativo tem o número pessoal do entregador de pizza para garantir a noitada na agência. Alexander não abriria mão deste conforto na hora de criar o “job da madrugada”.

Segurança: já que estaria praticamente sozinho na agência durante a madrugada, Alexander exigiria um segurança pra manter sua integridade física. Pelo menos, não precisaria se preocupar com a inveja alheia, por que só louco para sentir inveja de alguém que está trabalhando fora do horário normal de expediente e, muitas vezes, sem receber por isso.

Red Bull: a bebida não dá status e não pisca, mas dá asas pra criação. Pelo menos, na teoria.

Famosos: agrega valor a qualquer trabalho publicitário, mas eles só aparecem em campanhas com verbas muito grandes.

Mulheres: aqui, Alexander só contaria com sua lábia pra conquistar a mulherada, por que se depender de dinheiro, ficaria chupando dedo.

Música: Alexander passaria os dias ouvindo músicas de todos os tipos, pois é algo que a profissão pede.

Instagram: uma das mídias sociais favoritas dos publicitários, onde ele poderia vender sua imagem pessoal para seus “fãs”.

Só ficou um item em aberto: o que um publicitário faz de pesado no banheiro? Deixe sua sugestão nos comentários.

Fonte: Blogcitario

Um comentário:

Rodrigo Carvalho disse...

Brainstorm é uma boa opção, sabe aquela ideia que surge tomando banho? rs