sexta-feira, 14 de novembro de 2014

12 maneiras de mudar o dia de alguém

Você já percebeu que, às vezes, quando acordamos com alguma preocupação ou o dia simplesmente parece que não vai ser tão bom, acaba aparecendo alguém que muda tudo e consegue arrancar de você um sorriso, um suspiro, um sinal de alegria? E você já parou pra pensar que também pode fazer este bem a outras pessoas?

Confira algumas dicas e mude o dia de alguém.

1 – Sorria.

2 – Envie um email de agradecimento.

3 – Ligue, só para saber como alguém está.

4 – Prepare uma refeição especial.

5 – Escreva uma carta de amor.

6 – Faça um bolo.

7 – Ouça.

8 – Dê um abraço.

9 – Diga “te amo” ou “gosto de você”.

10 – Ofereça um café.

11 – Faça uma massagem.

12 – Seja feliz você também.


Fonte: Zastros

Para quem ama e respira resultado


São várias as ferramentas existentes para medir o resultado de uma campanha. Desde as mais tradicionais e sofisticadas através de grandes institutos de pesquisa, prestadores de serviços e veículos até as mais simples, como por exemplo, os dados extraídos do Scup ou do Google Analytics (só para citar algumas).

Para lidar com tanta informação, algumas agências estruturaram a área de "Business Inteligence" ou BI, e muitos clientes decidiram montar essa área em seus escritórios. Isso porque, tudo pode ser medido e todas as informações podem ser cruzadas; consumo de produtos, padrões de comportamento, evolução da saúde da marca, índice de engajamento, leads, vendas, etc.

Analisar essas informações para mensurar o resultado do trabalho é sinal de uma equipe profissional preparada para redirecionar o curso da campanha, caso seja necessário.

Mas, você só será um agente nesse processo, se discutir previamente os objetivos, as métricas e seus indicadores (os famosos kpi's - key performance indicator), com o cliente e com os outros departamentos da agência, fazendo escolhas e perguntas certas.

João Torres, diretor de BI da FCB, complementa "nenhuma estratégia é definida sem meta e indicadores para monitorar quão distante ou perto você está em relação as escolhas que fez".

Além disso, é fundamental, estabelecer o que é responsabilidade da agência, responsabilidade do cliente e principalmente a corresponsabilidade pelo resultado do trabalho.

Um exemplo didático em uma determinada campanha no mundo off-line é estabelecer que a responsabilidade da agência será a de tirar as pessoas do sofá e levá-las até a loja, mas a responsabilidade de deixar o produto disponível na loja e tornar a experiência de compra mais agradável para o consumidor é responsabilidade do anunciante.

No online o conceito é o mesmo, porém as decisões são mais complexas e por isso as perguntas tornam-se ainda mais relevantes. No desenvolvimento de um projeto integrado, na comunicação digital ou na mídia performance quando a campanha termina, na verdade ela só começou. E, se no passado o seu sucesso era avaliado no pós-venda, hoje ele é monitorado semanalmente, diariamente ou real time.

Lembro de ter participado de um projeto multiplataforma em que o tema da campanha era a gastronomia. Tudo começou com um perfil fake de um cozinheiro moderninho no Facebook, a história virou uma minissérie na tv a cabo e na sequência enviamos os episódios para o Youtube. A estratégia de inverter a ordem dos meios para o início da campanha era bem inovadora para o momento, porém não consideramos que a verba do cliente acabaria antes de nos perguntarmos o que faríamos com os diferentes níveis de engajamento e com o resultado vindo de várias plataformas.

Por isso, quando você estiver discutindo o objetivo da campanha com o cliente entenda com clareza quais perguntas serão feitas e quais as informações serão consideradas para não correr o risco de se perder em milhares de análises possíveis. Dessa forma, vocês poderão validar os resultados finais e fazer uma recomendação adequada para a marca, para o produto e para o target.

Li em um texto do Júlio Ribeiro: "Chega-se às respostas certas por meio das perguntas certas. Só pergunta quem duvida, quem intui que pode existir uma saída melhor, e sabe procurar por ela. Todas as respostas que sabemos hoje tornaram se inúteis porque as perguntas mudaram".

Artigo de Cris Pereira Heal, diretora de atendimento da FCB Brasil. Publicado originalmente em seu blog


segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Filme Irmã Dulce faz sucesso nas redes sociais

Irmã Dulce. Um dos filmes mais esperados do ano faz sucesso nas redes sociais. Pelo visto compartilhar o bem virou moda na rede. Nas redes do filme além de saber as novidades do longa você ainda pode compartilhar o bem.

Irmã Dulce desde menina, aos 13 anos, quando começou num impulso a acolher e ajudar mendigos em sua casa, e acompanhando sua trajetória desde então, o filme mostrará como Irmã Dulce, com determinação infindável, passou a maior parte de sua vida ajudando aos pobres. Seja batendo de porta em porta pelas ruas de Salvador pedindo doações ou entrando em gabinetes de prefeitos e até a presidência da república para pedir apoio, assim continuou até o fim de sua vida aos 78 anos, com uma saúde fragilizada, e acabou construindo e mantendo uma das maiores e mais respeitadas instituições filantrópicas do país Sua obra rendeu uma indicação ao Prêmio Nobel da Paz, e a canonização da menina uma vez conhecida como Maria Rita – mas que todos conhecem pelo nome que adotou na vida religiosa: Irmã Dulce.

Diretor: Vicente Amorim
Roteiro: Anna Muylaert
Produtor: Iafa Britz
Distribuição: Downtown Filmes / Paris Filmes.

Fonte: PN/R7

Assista ao trailer:

domingo, 9 de novembro de 2014

Perigo no Facebook! Você pode estar correndo riscos

Especialista afirma que o povo brasileiro ainda é muito leigo nas redes sociais

O Facebook pode ser um vilão. O risco que que corremos nas redes sociais ainda é uma grande questão a ser discutida. Todos os dias milhões de pessoas tem sua privacidade exposta nas redes e nem se quer imaginam.

O simples fato de colocar seus dados para se cadastrar no Facebook pode ser o primeiro passo para o perigoso mundo da internet que, cá entre nós, quase ninguém para pra pensar que existe. “Muitos não entendem o perigo de fazer um simples check-in no Facebook. As pessoas que não estão inteiradas nessa parte de privacidade nas redes sociais nunca imaginam que estão em perigo.

A maioria confia nos amigos do Facebook e pensa que seu perfil está sendo visualizado somente por amigos. Engano deles. Pessoas mal intencionadas também estão aí procurando uma brecha para saber o que você está fazendo, onde você está, qual seu círculo de amigos.” diz o especialista em redes sociais e publicitário Thiago Loures, que trabalha há 7 anos no ramo.

Então já sabe: seu perfil não é somente visualizado pela galera do bem. Quem te odeia também acessa sua rede social, vê suas fotos, o que você está fazendo e o que pensa e expõe na rede. Uma sugestão é entrar em configurações de privacidade no Facebook e limitar quem pode ver o que você posta. Nunca coloque suas publicações como públicas. Exiba seus posts somente para pessoas que você tem como amigo. É simples e funciona. Cuidado! O Facebook não é essa maravilha que você imagina.

sábado, 8 de novembro de 2014

Você trabalha para o facebook de graça e não sabia

Escravos do facebook. Isso mesmo. Você curte páginas na rede social, não curte? Se sim, você acaba de entrar para a lista dos “face escravos”. Sabe o motivo? Vamos lá, com certeza você já foi impactado por alguma história na sua linha do tempo como: fulano curtiu a página “Indiretas do Bem”, ou algo assim. Correto? Então, da mesma forma que seu amigo apareceu, você também aparece. Abismado? É, você é garoto propaganda do facebook e não sabia.
Ultimamente muitas empresas têm investido bastante no facebook e compram esse tipo de anúncio. Chamamos de história patrocinada.

“Da mesma forma que essas histórias facilitam mostrar as páginas legais que você curte, também mostra as que você não gostaria que ninguém soubesse”, revela Thiago Loures, especialista em mídias sociais e marketing online. “Uma vez fui bombardeado por histórias patrocinadas contando que meu amigo curtia páginas de pornô. Ele é casado, pai de família e nem imaginava que seus amigos poderiam ver que ele curtia esse tipo de página no facebook. Eu, como um bom amigo, chamei ele por inbox e avisei como ele estava sendo exposto. Ele ficou supersemgraça e inventou que tinha entrado um vírus no face dele”, conta o especialista Thiago Loures que hoje alerta que temos que tomar cuidado com isso porque hoje em dia muita gente adiciona até mesmo seus chefes nas redes. Parando pra pensar, o facebook pode ser mocinho ou vilão na sua vida virtual. Basta você saber como usar. E você,  se preocupa com isso? - See more at: http://www.portaldenoticia.com/voce-trabalha-para-o-facebook-de-graca-e-nao-sabia/#sthash.fY44sTW0.dpuf

terça-feira, 16 de setembro de 2014

[Infográfico] O que sua empresa deve saber sobre Infográficos no Marketing Digital

Organização e apresentação são tão importantes nos dias de hoje que se os livros didáticos fossem infográficos as crianças já teriam resolvido mais problemas do que os adultos ;)
O André Siqueira, um dos fantásticos palestrantes que estarão on-line do dia 16 a 22 de setembro no BootCamp Mídias Sociais (alias, se você ainda não fez a sua inscrição, tá esperando o que?!) publicou um infográfico sobre infográficos!
Vale a pena conferir e começar a utilizar na sua empresa o quanto antes!
Quer um excelente fornecedor de infográficos? Tente o Visual.ly, uma grande fonte de inspiração também!
O

Imagem do infográfico via Shutterstock.
Por Daniel Z. Chohfi

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

6 erros nos perfis sociais que destroem carreiras

6 erros nos perfis sociais que destroem carreiras 
Nós todos sabemos que os potenciais empregadores conferem os nossos perfis de mídia social, mas nem sempre têm a certeza do que estão procurando.


A CareerBuilder entrevistou empregadores e descobri algumas razões surpreendentes que eles encontraram para rejeitar candidatos.

 A principal razão é óbvia: 46% dos empregadores rejeitaram candidatos devido a "fotos ou informações provocativas ou inapropriadas". Algumas das outras principais razões não são tão óbvias:

Os candidatos falavam mal da sua empresa ou empregador anterior - 36 por cento
Os candidatos tinham baixa capacidade de comunicação - 32 por cento
Os candidatos tinham comentários discriminatórios relativos à raça, género, religião, etc. - 28 por cento
Os candidatos mentiram sobre qualificações - 25 por cento
Os candidatos compartilhavam informações confidenciais de empregadores anteriores - 24 por cento

O número de empregadores atualmente que rejeita candidatos a empregos devido a questões relativas com os seus perfis sociais e mensagens nas redes sociais continua a levantar, por isso tome cuidado com o que escreve e posta.

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Qual a diferença entre marketing e publicidade?


É muito comum que as pessoas confundam marketing com publicidade, não entendam qual é a diferença e achem que ambos são a mesma coisa. Mas marketing e publicidade não são sinônimos, apesar de estarem conectados um ao outro. Por isso, vamos explicar as características de cada um e qual sua ligação.

O marketing pode ser considerado o ‘pai’ da publicidade e da propaganda, pois é muito mais abrangente que os outros dois. É a estratégia geral, que abrange todo o processo de venda e a relação entre o consumidor e a empresa, desde os produtos, os serviços, sua adequação ao mercado, a comunicação do negócio, etc. O marketing é pura estratégia, é responsável por desenvolver ações para se chegar até os clientes, entender e satisfazer as suas necessidades.

Já a publicidade é a difusão de ideias, é tornar algo público, ou seja, é a divulgação dos produtos e serviços. Refere-se à propaganda comercial, são os anúncios das empresas e marcas destinados ao comércio. Seja na televisão, nos jornais, na internet ou outros meios.

O Marketing é planejar uma estratégia para alcançar o objetivo da empresa, seja ele qual for. E para isso ele utiliza os 4P’s: Produto, Preço, Praça e Promoção e desenvolve uma série de atividades para conquistar os clientes. A comunicação da empresa, também faz parte desse planejamento. O marketing também define quem é a empresa, quem são seus clientes, quais os diferenciais dos produtos e serviços, etc.

Já a publicidade faz parte do marketing, é uma de suas ferramentas. Pois, o profissional de marketing cria as estratégias para atender os desejos do cliente. Para isso, realiza as pesquisas de mercado, os estudos sobre o público alvo, a divulgação da empresa e de seus produtos, etc. É essa divulgação a função da publicidade, que tem como objetivo convencer o consumidor de como aquilo poderá beneficiá-lo, levando-o a comprar o produto ou adquirir o serviço.

Os dois fatores estão ligados, pois um está dentro do outro e um depende do outro. O Marketing é quem vai determinar o que será feito no quesito ‘Promoção’, que é onde a publicidade age, ela irá promover o que o plano marketing deseja e de acordo com o que ele definir. Seja criando anúncios, campanhas, folders e afins, e também em quais mídias isso será divulgado.

A publicidade é essencial e contribui diretamente no trabalho do marketing. E não há também uma publicidade eficaz sem antes conhecer seu público-alvo, sua concorrência, sem planejamento, ou seja, sem o plano de marketing. Ou seja, sem um marketing bem feito, a publicidade também não tem bons resultados.

Para que a sua empresa tenha sucesso no mercado é importante que as duas áreas andem juntas, pois se uma falha a outra também será afetada. O marketing é muito mais amplo que a publicidade, ambos estão conectados, mas são sim muito distintos um do outro.

Concluindo, o marketing é a arte de planejar o antes, o durante e o depois do processo de vendas. E a propaganda é uma maneira de estimular o cliente a realizar a compra.

Fonte: Administradores

Jovens brasileiros acessam redes sociais pelo celular

Entre as crianças e os adolescentes brasileiros que acessam a internet, 79% mantêm perfis em redes sociais, segundo estudo divulgado ontem pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). Em 2012, esse índice era de 70%.

O levantamento ainda revelou uma tendência de crescimento no uso do telefone celular como principal forma de acesso às redes sociais – o aparelho é usado por mais da metade desse público (53%). O acesso à internet por meio dos tablets cresceu de 2%, em 2012, para 16%, em 2013.

Os computadores de mesa, porém, continuam sendo os dispositivos mais utilizados para acessar a internet por este público – é usado por 71% das crianças e dos adolescentes.

O local onde os acessos mais ocorrem é a sala de casa, mencionada em 68% dos casos, seguido pelo quarto da criança ou do adolescente (57%). A preferência por centros de acesso pago, como as lan houses, está em queda, passando de 35% em 2012, para 22% em 2013.

Atividades online

As atividades mais desenvolvidas pelos jovens que acessam internet são: pesquisa para trabalho escolar (87%), assistir a vídeos (68%) e baixar músicas ou filmes (50%).

Mais de 60% dos usuários com idade entre 11 e 17 anos lembram de ter visto publicidade nas redes sociais. Entre os usuários, 57% disseram ter curtido alguma publicidade em redes sociais, 36% disseram ter compartilhado. Cerca de 21% disseram não aprovar a publicidade e 20% bloquearam o anúncio.

A pesquisa TIC Kids Online Brasil, feita entre setembro de 2013 e janeiro deste ano, ouviu 2.261 usuários com idades entre 9 e 17 anos, em todo o território nacional. As informações são da Agência Brasil.

Fonte: O Tempo

App do ICQ supera WhatsApp e é o mais baixado para iPhone no Brasil

O aplicativo foi relançado com suporte para chamadas em vídeo.
WhatsApp, Facebook e Messenger foram superados em downloads.

 O aplicativo de troca de mensagens instantâneas ICQ alcançou o primeiro lugar na lista de aplicativos mais baixados na App Store, do iPhone e do iPad, no Brasil. De acordo com o desenvolvedor do app, o grupo Mail.Ru, a audiência do aplicativo lançado na segunda (7) no Brasil cresce 100 registros por minuto.

Para alcançar o topo da versão brasileira da loja, o aplicativo gratuito, muito popular no final dos anos 1990 e no início de 2000, superou concorrentes como o WhatsApp, o Facebook e o Instagram.

O Mail.Ru não divulgou dados sobre os downloads do ICQ em smartphones com sistema Android, mas, ao G1, disse que "a versão para Android está recebendo quase o dobro de downloads que a versão para iOS".

"A Copa do Mundo despertou o interesse pelo ICQ, uma vez que o mensageiro oferece chamadas de voz e vídeo gratuitas. A versão para iOS encabeçou a lista de mais baixados, e os usuários do Android estão muito entusiasmados também. Estamos realmente animados que o público brasileiro goste tanto do ICQ, e contentes em ver tantas pessoas o descobrindo e oredescobrindo”, disse o diretor do departamento de mensagens instantâneas do Mail.Ru, Igor Yermakov.

 A empresa afirma que o aplicativo do ICQ disponibiliza um registro rápido pelo número do celular e aqueles que já usaram o ICQ anteriormente podem ter acesso com o número UIN. O aplicativo permite conversar com amigos do ICQ e suporta a exportação de contatos do catálogo de endereços de um telefone. Além disso, um usuário pode enviar fotos, vídeos e compartilhar sua localização.

Vídeos e recursos de chamada de voz permitem falar com amigos, não importa o dispositivo que estiver usando ou em qual rede. Além das chamadas, o ICQ oferece o envio de mensagens de texto (SMS) gratuita para os contatos do catálogo de endereços de um telefone.

Além do iOS e do Android, o ICQ tem versões para Windows Phone 7, Blackberry e PC.

Fonte: G1

WhatsApp só perde para Facebook em 'vício' entre jovens internautas

Levantamento também mostrou que o jovem médio brasileiro tem perfil em sete redes sociais

Os jovens internautas brasileiros se dizem "viciados" (ficam continuamente conectados) em quatro aplicativos: Facebook (89%), WhatsApp (87%), cliente de e-mail (80%) e Instagram (63%). A conclusão é do estudo Conecta, feito pelo Ibope Inteligência, apresentado nesta sexta-feira (18) no festival Youpix, evento de cultura digital realizado em São Paulo.

A pesquisa foi feita pela internet entre 2 e 9 de julho deste ano com 1.513 internautas de todos os estados do país. Foram considerados jovens pelo estudo pessoas com idade entre 15 e 32 anos.

Quase todos os jovens (90%) dizem navegar em redes sociais. Dentre outras atividades feitas online por esse público, são listadas buscar informações (86%), acompanhar notícias (74%), assistir a vídeos (71%) e ouvir música (64%).

Um dos destaques do "Conecta" é a popularidade de e-mails entre os entrevistados. O jovem brasileiro, diz a pesquisa, recebe em média 2,8 mensagens eletrônicas. Além disso, 84% deles disseram ter aplicativo de e-mail instalado no smartphone.

O levantamento também mostrou que o jovem médio brasileiro tem perfil em sete redes sociais. As mais populares entre eles são, em ordem: Facebook (96%), YouTube (79%), Skype (69%), Google+ (67%) e Twitter (64%).

Boa parte do acesso dos jovens a rede sociais é feito via dispositivos móveis. Entre os entrevistados, 88% disseram ter o aplicativo do Facebook no celular. Na sequência entre os programas mais usados em telefones vem o YouTube (81%) e o WhatsApp (79%).

Fora das mídias sociais, as categorias de aplicativos mais consumidas pelo jovem internauta brasileiro são jogos, previsão do tempo, internet banking e notícias.


Fonte: Tribuna Hoje

quinta-feira, 17 de julho de 2014

O dia mais criativo da sua vida já tem data marcada. 13 de setembro - CDAY

Já imaginou um dia inteirinho ao lado de criativos escolhidos a dedo e cheios de experiências para compartilhar? O Cday vai proporcionar isso para você. E é com muito orgulho que anunciamos que Fábio Barreto, Diretor de Criação e sócio da Sides, fará parte do time de palestrantes. Saiba mais: http://www.cutedrop.com.br/day.

terça-feira, 15 de julho de 2014

OS 7 PECADOS DO REDATOR PUBLICITÁRIO

Venha cá ler algumas dicas de profissionais da redação que já atuam no mercado, em relação aos 7 pecados mais comuns, cometidos pelos redatores publicitários. Espero que gostem do que preparamos pra vocês, leitores! CLIQUE AQUI E LEIA.

Desconecte-se para se conectar

A gente sabe que o dia a dia é uma correria, o que muitas vezes pode acarretar em uma falta de vida social. Estamos ficando mais acostumados a mandar mensagens por Facebook do que passar na casa de alguém e botar o papo em dia cara a cara. O aplicativo Asocial quer instigar isso nas pessoas. Desconecte-se do seu celular, existe um mundo lá fora e você deveria experimentar. CLIQUE AQUI E LEIA TUDO.

domingo, 22 de junho de 2014


DONA HERMÍNIA VAI SER DESTAQUE NO É POP

www.facebook.com/epopnaweb

Brasil conquista 107 Leões no festival de publicidade de Cannes

Número ficou abaixo dos 115 prêmios conquistados em 2013.
Filme 'Os Últimos Desejos da Kombi', da AlmapBBDO ganhou 2 ouros.

 O Brasil conquistou um total de 107 Leões na edição 2014 do festival de publicidade de Cannes, encerrado na noite deste sábado (21), incluindo 1 Grand Prix (prêmio máximo), na categoria Mobile, 15 ouros, 31 pratas, 58 bronzes, um "Creative Effectiveness" (criatividade efetiva) e um "Innovation Lions" (inovação).

O número ficou abaixo do recorde de 115 Leões conquistados na edição de 2013. O Brasil inscreveu 3.321 trabalhos no Festival Internacional de Criatividade de 2014 ante um total de 3.473 em 2013.

No último dia de premiações, os prêmios de destaque para o Brasil foram os 2 ouros faturados pela agência AlmapBBDO pelo filme "Os Últimos Desejos da Kombi" na categoria Branded Content & Entertainment, que reconhece a criatividade em conteúdo de marca e entretenimento.

 Nesta categoria, a Ogilvy ganhou uma prata e um bronze para a campanha "Carequinhas" do GRAACC, a Leo Burnett Tailor Made levou um bronze para pela "Vem Pra Rua", feita para a Fiat, a JWT conquistou um bronze pela "Bíblia do Churrasco" para a Tramontina e a FCB recebeu um bronze pela campanha "Speaking Exchange", criada para o CNA.

Prêmio inédito em inovação
O Brasil também foi um dos 4 premiados na área de Inovação, categoria lançada em 2013 e que não faz distinção de ouros, pratas e bronze. O Leão inédito para o Brasil foi conquistado pela AgênciaClick Isobar, pelo projeto “Fiat Live Store”, que desenvolveu uma plataforma que permite interação em áudio e vídeo, em tempo real, entre o cliente e especialistas nos carros da montadora.

 Na categoria "Film", o Brasil levou apenas 2 bronzes, conquistados pelas agências Borghi/Lowe ("Dialogue 2", para Anador) e AlmapBBDO ""Os Últimos Desejos da Kombi", para Volkswagen). O Grand Prix da categoria foi para a campanha da Volvo Caminhões, em que o ator belga Jean-Claude Van Damme faz um "espacate" entre dois caminhões.

O prêmio de agência do ano nesta edição do festival foi para a Adam&Eve DDB, de Londres, que conquistou 4 Grand Prix pela campanha de Natal "Sorry I spent it on myself" . A brasileira AlmapBBDO ficou na terceira colocação, atrás da Dentsu, de Tóquio.

A AlmapBBDO conquistou 18 Leões e fechou a competição como a agência brasileira mais premiada. Já a FCB Brasil ganhou um inédito Grand Prix de Mobile para o Brasil, com a campanha “Anúncio protetor”, para Nivea, além de 5 ouros, 5 pratas e 6 bronzes. A Leo Burnett Tailor Made também se destacou com 2 ouros, 7 pratas e 8 bronzes. A Ogilvy faturou 15 prêmios: 2 ouros, 5 pratas e 7 bronzes, além do primeiro Creative Effectiveness da história do país, para "Retratos da Real Beleza", da Dove.

Na página do festival de Cannes é possível ver os vídeos das campanhas vencedoras em todas as categorias.


Fonte: G1

Interação estratégica: conheça o trabalho do social media

Ao contrário do que a maioria das pessoas imagina, o trabalho não se trata apenas de criar posts criativos, mas de uma função multidisciplinar, com diversas atribuições diárias

A partir do crescimento das mídias sociais nos últimos anos, as empresas começaram a sentir necessidade de também estarem presentes nesse espaço, atraídas principalmente pela presença de clientes potenciais. Surge assim o social media, profissional responsável pela reputação e relacionamento de empresas com seus clientes no espaço virtual. Ao contrário do que a maioria das pessoas imagina, o trabalho não se trata apenas de criar posts criativos, mas de uma função multidisciplinar, com diversas atribuições diárias. O salário pago, geralmente, está um pouco acima da média da categoria dos comunicadores, mas a função exige especialização.

A diretora de planejamento da Agência KI, empresa especializada em Marketing Digital no Rio de Janeiro, Leandra Soares, explica que o trabalho do analista de mídias sociais é, principalmente, criar um relacionamento entre marcas e consumidores.

“Não basta apenas o social media conhecer as funcionalidades das redes, é preciso entender o comportamento humano, com suas necessidades e expectativas. Um bom analista de mídias sociais precisa ter uma alta capacidade de adaptação. Ele deve mergulhar no universo de cada marca para entendê-la, se colocar no lugar do consumidor, identificar necessidades e expectativas, definir uma forma de comunicação eficaz, e ser capaz de gerenciar possíveis conflitos”, ressalta.

Segundo Leandra, o profissional também precisa ser uma pessoa curiosa, que consuma informações e traga inovações para a agência e para as empresas que atende, além de ser capaz de escrever um texto alinhado ao perfil de marca.

“Esse mercado é mutável, não existe verdade absoluta, é preciso estar aberto a ouvir. Não basta ser um “ferramenteiro” que sabe tudo de Facebook, para se diferenciar. O dia a dia exige conhecer os mais diversos mercados e comportamentos. Esse trabalho também inclui planejar a atuação da marca em cada mídia, pesquisar público-alvo, criar “personas” para interagir com o consumidor, criar editorial específico, auxiliar designers, realizar testes de dias e horários com maior performance e avaliar todas as ações”, declara.

(O Fliminense)

sexta-feira, 2 de maio de 2014

Panda Motel veicula novos anúncios de alerta no trânsito

Campanha tem criação assinada pela Sides 

Continuando a campanha lançada em março deste ano (leia mais aqui), composta por peças de duplo sentido que alertam para a segurança no trânsito, o Panda Motel passa a veicular novas peças para busdoor com o mesmo mote. A campanha, com criação da Sides, faz trocadilhos com a temática do trânsito e do motel. O trabalho leva a assinatura "Sem vida não existe prazer".
Fonte: Propmark

Confira a pegada das redes sociais dos motéis Panda e Corinto

Com uma pegada apimentada e criativa a agência SIDES cria todo conteúdo dos motéis cariocas Panda e Corinto. Dá só uma olhada.

sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Grafiteiro desenha princesas da Disney nuas


Clique aqui e veja todas as fotos.
 

Gatos super heróis


Clique aqui e veja todos.
 

Páginas e grupos no Facebook relacionados a Jornalismo

  

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

DICA DE SITE POP: É POP NA WEB

Acesse o site: http://www.epopnaweb.com/
Curta a página: https://www.facebook.com/epopnaweb

Infográfico revela as marcas que estão fazendo escola no Twitter – veja as campeãs

Ford, Microsoft, Nike e JetBlue estao entre as marcas que melhor atendem seus consumidores no Twitter. Já a ASOS é a campeã quando se trata de vendas – sabe, como nenhuma outra, como atrair o dinheiro dos clientes que usam o microblog. Enquanto isso, no quesito social commerce, quem leva a melhor é a Dell. Vale a pena analisar esse infográfico da WhoIsHostingThis? para entender o que tem trazido sucesso para essas e outras marcas presentes por lá – a dica é do AllTwiter
 CLIQUE AQUI E VEJA.

Jornal da Globo fez propaganda de livro de filha de Edir Macedo esta noite

Em uma reportagem sobre classe média exibida no Jornal da Globo na madrugada desta 4a (19), a Globo deu generosos 5 segundos de exposição para o livro Casamento Blindado, escrito pela filha do dono da Record, Edir Macedo.

O livro de Cristiane e Renato Cardoso foi mostrado primeiramente nas mãos da professora Fernanda Padovam, que o lia, e depois em close. A câmera se aproximou tanto que o livro ocupou sozinho toda a tela da TV. Dava até para ler que Renato e Cristiane são apresentadores do programa The Love School – A Escola do Amor, na rival Record. O livro gerou um especial de fim de ano na Record e é cotado para ser transformado em série.

A Globo não vende merchandising em telejornais, e comerciais de 5 segundos são formatos especiais, negociados em pacotes de cotas de patrocínio. Mas, se fosse um comercial, a aparição do livro da herdeira da Record valeria algo em torno de R$ 22.000, pela tabela de preços de anúncios no Jornal da Globo.

A professora Renata Padovam apareceu lendo o livro da filha de Edir Macedo – foto – porque está planejando o casamento, daqui a 8 meses. Ela foi a primeira personagem de uma reportagem sobre a classe média brasileira, que já soma 108 milhões de pessoas e equivale à população de um país como a Alemanha.

Não é a primeira vez que o Jornal da Globo faz propaganda involuntária para algum produto da concorrente Record. Em janeiro, o telejornal mostrou imagens de uma loja em um shopping em que o Cidade Alerta aparecia ao fundo, exibido em 1 televisor.

Fonte: Daniel Castro

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

10 marcas e a maneira correta de pronunciá-las

A fanpage Como Fala, faz uma compilação como se as marcas fossem escritas do jeito que a gente fala. Confira como fica algumas marcas famosas do nosso cotidiano:












Fonte: Lista 10

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Facebook terá seu próprio Trending Topics

O Facebook anunciou nesta quinta-feira (16) o seu próprio Trending Topics, que será chamado apenas de "Trending". A novidade irá mostrar a cada usuário, ao lado do feed de notícias, quais os assuntos mais populares no momento, isso de acordo com o interesse de cada internauta na rede.

Os assuntos terão uma breve descrição para que o usuário saiba do que se trata e, caso o internauta clique sobre o tema, verá artigos e publicações ligados ao tópico.

Quem vai determinar o que aparece no "Trending" de cada usuário é um algoritmo criado pela rede social de Mark Zuckerberg. A tal ferramenta será inteligente para exibir nos trendings apenas o que for relevante e que tiver um aumento significativo de postagens. Dessa maneira, conforme ressalta o Mashable, assuntos que sempre são populares no Facebook não entrarão na seleção sucessivamente.

Por enquanto, não há informações sobre como a ferramenta poderá beneficiar os anunciantes, mas seria natural se algo parecido com os Treding Topics Promovidos no Twitter fosse anunciado pela rede de Zuckerberg, afinal, o microblog já inspirou a maior rede social do mundo a criar as hashtags e descrever pessoas que não sejam amigas de alguém, mas que recebam suas atualizações de "seguidores" e não "assinantes".

Ainda não há previsão para lançamento da novidade no Brasil.

Redação Adnews

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Já conhece? Facebook lança ferramenta que calcula porcentagem de texto das imagens em anúncios

Quem trabalha com social media, principalmente com ações patrocinadas nos feeds do Facebook, sabe da regra para imagens de capa e posts patrocinados, que, para que um post ou anúncio seja aprovado, a imagem não pode conter mais de 20% de texto.

A regra estava rolando desde 15 de fevereiro e diversas alternativas iam sendo criadas pelo pessoal da social media pra ver qual imagem seria aprovada ou não. Víamos também muitas imagens com mais de 20% de texto aprovadas e rodando, mas que logo em seguida eram bloqueadas pelo Facebook, tornando o dia a dia do profissional uma verdadeira batalha de tentativas e erros. Mas, agora não mais.

O Facebook lançou hoje sua ferramenta oficial que faz a contagem de proporção de texto nas imagens para os anúncios. Funciona de forma simples: basta subir a imagem, selecionar os quadros que contém texto e saber se sua imagem será aprovada ou não na criação de posts patrocinados.


Você pode acessar a ferramenta através deste link: https://www.facebook.com/ads/tools/text_overlay


Via Camila Porto e  Fábio Prado Lima