Curso do Google ensina mães a criarem negócios de sucesso

Curso gratuito do Google Campus ajuda mães que estejam iniciando um negócio. Na sala de aula a presença dos bebês faz parte da rotina. Conheça a iniciativa:

São Paulo – Como você imagina um curso para empreendedores? No Google for Moms, voltado especificamente para mães e pais que estão iniciando um negócio, a sala de aula é ao mesmo tempo uma brinquedoteca.
A primeira edição do treinamento terminou esta semana com uma palestra do empreendedor Gustavo Ziller. Enquanto ele falava sobre negócios e filhos, seis crianças exploravam os brinquedos espalhados pelo chão.
Uma menina de seus dois anos passeava pela sala num recém-descoberto carrinho vermelho, enquanto um bebê se encantava com a boneca nas mãos da mãe. De uma sala com cerca de 30 adultos, ao menos seis estavam sentados no chão, ouvindo a palestra enquanto cuidavam dos pequenos.
Ziller falou sobre a importância de dizer ‘sim’ aos filhos e aos funcionários: “Hoje, quando você ‘sim’ para um funcionário, ele não sabe o que fazer. Porque criado na cultura do não. As oportunidades se constroem com o ‘sim’”.
A ideia resume bem a proposta do Google for Moms, um espaço em que empreendedoras aprendem a dizer sim para a maternidade aliada à realização no trabalho.
“Meu negócio já está andando, mas vir para cá me fez ver muitas coisas que eu não tinha pensado. Os mentores me trouxeram muitas ideias diferentes”, afirma a empreendedora Denise Della Nina Andrade, dona da Okipoki, uma plataforma de aluguel de brinquedos.
O curso teve seis encontros, nos quais Denise e outras 15 empreendedoras puderam aprender mais sobre questões como plano de negócios, marketing e planejamento. Tudo de graça.
Mãe de duas meninas, ela conta que tem um emprego na área de marketing e mantém seu negócio de forma paralela.
Assim como muitas startups tocadas por mães, a Okipoki surgiu a partir de um problema enfrentado pela própria empreendedora. “Eu queria alguns brinquedos para minha filha, mas achava muito caros e sabia que ela ia enjoar logo. Fui pesquisar para alugar e vi que não tinha. Então resolvi abrir um negócio nessa área”.
Essa é uma questão importante para Karen Kanaan, empreendedora e mentora do curso. “Acredito que ninguém melhor do que a mãe pra saber o que ela precisa. Para mim não faz sentido que o universo infantil hoje não tenha empresa criada por mãe. Vejo alguns negócios e penso: ‘Por que não foi criado por uma mãe?’. É porque os negócios de mães nascem com um propósito, mas com pouco modelo de negócio. Por isso dei tanta força para esse programa”, afirma.
Karen é dona da Baby&Me, uma startup residente no Google Campus, cuja proposta é criar itens que tragam praticidade à vida dos pais – dentre os produtos estão trocadores de fralda, absorventes para desfralde e suportes para cadeiras. Não é preciso nem dizer que a ideia surgiu da necessidade da empreendedora como mãe.

Para mães e pais

O Google for Moms é um programa que acontece em diversos Campus Google pelo mundo. Em Londres já está em sua sexta edição. Por aqui, a primeira versão acabou de acabar e a próxima deve ser lançada no ano que vem, mas ainda sem data.
Ainda que leve o nome das “mães”, o programa é voltado para pais e mães em geral, que tenham interesse em abrir o seu negócio.
“O ‘for moms’ é uma ação proativa da nossa parte de tentar trazer para o ambiente empreendedor uma parcela da população que hoje ainda é minoritária nesse universo, que são as mulheres”, explica André Barrence, diretor do Google Campus São Paulo.
Fonte: EXAME
E não falta interesse desse público no tema do empreendedorismo. A primeira edição do programa em São Paulo recebeu mais de 200 inscrições, das quais foram selecionadas 16 empreendedoras. “Isso nos mostra que há uma demanda reprimida desse público.”

Comentários

Crimes na Internet? Denuncie!