segunda-feira, 23 de outubro de 2017

“Pagar com Google” quer descomplicar pagamentos online

Espécie de carteira virtual do Google é lançada globalmente e já funciona no Brasil

Um lançamento do Google facilitará pagamentos em aplicativos e sites de comércio eletrônico. O “Pagar com Google” é anunciado globalmente hoje pela gigante da internet.

No serviço, o usuário poderá deixar cadastrado cartões de créditos. Formas de pagamentos já adicionadas a serviços como Google Play, YouTube ou outros da empresa estarão disponíveis ao comprador.

 O Brasil é um dos países que recebe a novidade em seu lançamento. Sites e apps como Peixe Urbano, iFood, Hotel Urbano e Magazine Luiza estão entre os parceiros iniciais da carteira eletrônica do Google.

O serviço deve ser adotado por outros sites no futuro. O Google cita Groupon, Zattini e Netshoes como os próximos a receber o “Pagar com Google”. Na prática, o serviço deve aparecer à medida que desenvolvedores interessados conectarem APIs de seus produtos à do novo produto do Google.

Fonte: Exame

Marketing Digital Artístico é na F5 Mídia!

A F5 Mídia tem o DNA digital. Criamos campanhas publicitárias que aproximam seu púbico através de um conteúdo diferenciado, interativo e especialmente desenvolvido para você. Somos especialistas em Marketing Digital Artístico e também fazemos sua empresa ganhar destaque na internet. Nossa equipe é formada por artistas do mundo publicitário ligados no 220 volts e conectados nas tendências do mercado musical e digital.

Se criamos campanhas para outro segmentos? Mas é claro que sim! Somos muito criativos e antenados e nossa tarefa é criar uma forte presença digital para sua empresa. Temos um grande portfólio em outros segmentos.
Contato: (21) 96471-1386
ACESSE: f5midia.com.br



Marketing digital para empreender na crise

"Uma forte presença online é mais necessária do que nunca. Mas, em tempos de crise econômica, há uma oportunidade de ouro para retornos rápidos e enorme crescimento - tudo por uma fração do custo da publicidade tradicional"

Em menos de dez anos, acompanhei de perto duas crises econômicas. A primeira delas em 2008, que afetou basicamente o mundo inteiro, principalmente os EUA – país em que resido - e a segunda no Brasil. Após a estabilidade americana, houve um boom no crescimento de startups de empresas online. Elas surgiram por todo o país como uma sábia alternativa às altas taxas de desemprego e às poucas vagas no mercado de trabalho. E essa história pode acabar se repetindo no Brasil.
Quando desembarquei pela primeira vez em solo brasileiro, no ano de 2015, para uma palestra, o país já vivia a crise e o discurso era de cortes de custos e redução de folhas de pagamento, aumentando a taxa de desempregados no Brasil até os dias de hoje. Mas será que esta é a melhor estratégia a ser adotada pelos empresários?
Nos dias de hoje, soa como uma obrigação que empresas (PMEs, startups e empreendedores autônomos) marquem presença online e façam uso do marketing digital a favor de seus negócios. Em 2017, isso não deveria ser um segredo. Uma forte presença online é mais necessária do que nunca. Mas, em tempos de crise econômica, há uma oportunidade de ouro para retornos rápidos e enorme crescimento - tudo por uma fração do custo da publicidade tradicional.
Ads by 
Ads by 
 
A maioria das empresas - especialmente aquelas com mentalidades tradicionais de orçamentos de publicidade e marketing offline - investe menos quando há uma recessão porque as receitas caem e há cortes nos gastos. É por isso que se vêem tantos outdoors "disponíveis" enquanto se dirige pelas principais cidades e rodovias. As empresas não conseguem justificar esse tipo de despesas, mesmo que possam potencialmente trazer um retorno financeiro.
Mas o marketing online é diferente, e as pequenas empresas podem aprender essas estratégias por conta própria e crescer significativamente, enquanto sua concorrência é mais cautelosa sobre seus investimentos.
Os problemas com a economia tornam esse processo ainda mais fácil. Como tantas empresas sofrem com a queda no fluxo de caixa, profissionais qualificados com experiência em marketing online buscam novas oportunidades.
Além de contratar colaboradores internos que têm uma vasta experiência em marketing digital, a contratação de funcionários remotos torna-se mais fácil do que nunca. Existem inúmeros freelancers no mercado atuando como consultores, que se concentram em SEO, marketing de conteúdo, anúncios pagos, mídias sociais, otimização de conversões e muito mais.
E a melhor parte além dos custos mais baixos?

A capacidade de atingir estrategicamente uma audiência qualificada com base nas soluções que sua empresa pode fornecer para seus problemas. O marketing de conteúdo possibilita que as empresas criem conteúdo que naturalmente atrai pessoas, respondendo suas perguntas e fornecendo valor. Esse valor se transforma em confiança e cria instantaneamente um relacionamento entre a empresa e o cliente potencial.
Agora é o momento mais importante da história para construir uma equipe especializada em marketing digital. Enquanto o marketing online está crescendo rapidamente no Brasil, ainda é um conceito relativamente novo que só continuará a acelerar. Ao começar agora, sua empresa pode ganhar uma enorme vantagem sobre a concorrência que pode ainda estar debatendo se deve ou não investir em algo com o que não está inteiramente familiarizada.
Neil Patel é considerado um dos 10 top influenciadores digitais do mundo e sinônimo de aplicação de estratégias de marketing inteligentes.